Macinhata do Vouga pertence desde ontem à rede "Aldeias de Portugal"

17-MAR-2022

 Aldeias do território de intervenção da ADICES são “Aldeias de Portugal”

5 Aldeias do território de intervenção da ADICES, integram desde ontem a rede de “Aldeias de Portugal” certificadas pela Associação de Turismo de Aldeia (ATA), Macinhata do Vouga em Águeda, Oliveira do Conde em Carregal do Sal, Marmeleira em Mortágua, Couto do Mosteiro em Santa Comba Dão, e Jueus em Tondela.

A atribuição deste galardão finaliza um processo de candidatura participado por toda a comunidade e resultado das práticas que a comunidade identificou como a sua matriz. Mais do que o final de um processo, esta certificação é o início de um projeto de envolvimento e valorização das nossas comunidades de pertença, de que as nossas aldeias são um exemplo para todos.

Na cerimónia de entrega dos galardões, que decorreu na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) estiveram presentes representantes dos municípios e comunidades certificadas, numa demonstração da importância deste momento.

Depois da realização, a 9 de março, do fórum “Aldeias de Portugal, da Memória ao Futuro”, onde mais de 200 pessoas se juntaram presencialmente e online, com o propósito de consertar uma estratégia comum para o futuro das Aldeias de Portugal, ontem, 16 de março, foi a vez da conferência com o mesmo titulo na BTL.

Cerca de uma centena de pessoas, juntaram-se para conhecer as conclusões deste Fórum, bem como para ouvir testemunhos de intervenientes (de autarcas a habitantes, passando por dirigentes associativos e empresários, jornalistas e especialistas em marketing territorial) sobre o nosso futuro co-construído em comunidade de que as nossas Aldeias são guardiãs.

Nos próximos meses serão dinamizadas no seio destas comunidades diversas iniciativas de animação e promoção das aldeias e dos seus produtos turísticos, sustentadas na genuinidade e nas experiências vividas na ruralidade do nosso território.

O projeto “Aldeias de Portugal” – Consolidação e Replicação Nacional tem como missão reforçar o tecido demográfico das regiões mais isoladas, promovendo as aldeias e capacitando a sua comunidade, valorizar o património cultural dos territórios e consolidar a rede “Aldeias de Portugal” alargando a sua representatividade a todo o território nacional.

Esta iniciativa realiza-se no âmbito do Projeto de Cooperação "Aldeias de Portugal – Consolidação e Replicação Nacional", financiada pela Medida -10.3 LEADER- «Atividades de cooperação dos GAL» do Programa de Desenvolvimento Rural 2020, e é uma parceria com os GAL A2S, ADD, ADDLAP, ADICES, ADRACES, ADRIMAG, ADRIMINHO, APRODER, AVEIRO NORTE, AVEIRO SUL, COIMBRA MAIS FUTURO, CORANE, DESTEQUE, DOURO SUPERIOR e IN LOCO e pela ADRITEM, líder desta parceria.

  • Partilhar